sexta-feira, 30 de setembro de 2016

10 curiosidades surpreendentes sobre o Egito, o reino dos faraós



Você sabia que os gatos eram animais sagrados no Egito?  A exportação de gatos era proibida e o contrabando do animal podia ser punido com a pena de morte.

A quantidade de múmias de animais encontradas no Egito é tão grande que, no século XIX, um carregamento com 180 000 múmias de gatos foi transportado para a Inglaterra para servir de fertilizante. Além de gatos, mumificava-se cães, babuínos, gazelas, touros, leões, crocodilos…

Quando um corpo era mumificado, seu cérebro era removido por uma de suas narinas e seu intestino também era retirados e colocado em jarros. Cada órgão era colocado em um jarro separado. O único órgão interno que não era removido era o coração, pois os egípcios achavam que ele era a morada da alma.

Os casamentos consanguíneos eram comuns nas famílias reais egípcias. O incesto era considerado algo normal. Tutancâmon, por exemplo, foi fruto do casamento do faraó Akhenaton com a sua própria irmã.

Arqueólogos e geneticistas acreditam que problemas de saúde e defeitos genéticos eram até normais entre a nobreza egípcia. O faraó Tutancâmon tinha lábio quase leporino, pé torto e sofria de necrose no pé esquerdo (detalhe: foram encontradas muitas bengalas na sua cripta).

Tanto as mulheres quanto os homens egípcios usavam maquiagem. Eles acreditavam que a maquiagem tinha poder de cura.

Os egípcios ricos usavam perucas enquanto os mais pobres deveriam usar cabelos longos que podiam ser amarrados com rabo de porco. Até os doze anos, os garotos egípcios tinha que manter a cabeça raspada, para protegê-los de piolhos.



As crianças egípcias não usavam roupas até à adolescência. Isso se devia às altas temperaturas da região. Os homens egípcios vestiam saias e as mulheres, vestidos.

Ninguém sabe quem destruiu o nariz da esfinge. Rezam algumas lendas que o nariz teria sido arrancado por balas de canhão da artilharia de Napoleão Bonaparte ou também por tropas britânicas.

No Egito antigo, o pão e a cerveja serviam para pagar salários. Um dia de trabalho valia três pães e dois vasos grandes de cerveja.

Mais informações: Mais Que Curiosidades

10 curiosidades sobre os cavalos que você devia saber



 A palavra cavalo veio do latim caballus. Equus significa “veloz” em grego.

A mula é um híbrido entre a égua e o jumento. Na verdade, os filhotes fêmeas são chamados de mulas e os machos, de burros.

A denominação para o cavalo macho é garanhão; para a fêmea, égua; para o filhote, potro.

Assim como a dos elefantes, a sociedade dos cavalos (afinal, trata-se de um animal que vive em grupo) é matriarcal.

A gestação da égua dura 336 dias (que dão exatos 11 meses) o que a torna mais longa do que a humana.

Cavalos tem excelente memória. Eles são capazes de reconhecer uma pessoa anos depois de tê-la visto pela última vez.

Os cavalos vivem em média 25 anos – embora tenham sido registrados indivíduos com até 40 anos.

Você sabia que é possível determinar a idade de um cavalo observando seus dentes?

Um cavalo bebe em torno de 50 litros de água por dia.

Você sabe como é chamada a fobia a cavalos? Equinofobia ou hipofobia.

Mais informações: Mais Que Curiosidades