terça-feira, 31 de janeiro de 2017

10 coisas que você devia saber para começar a entender o hinduísmo



Judaísmo? Budismo? Hinduísmo? Afinal, qual é a religião mais antiga do mundo? Os historiadores e especialistas em religião são quase unânimes: é o hinduísmo, crença seguida por 80% da população da Índia.

O hinduísmo possui cerca de 3.500 anos de história e surgiu com os primeiros textos sagrados, os Vedas. Muitos pesquisadores, no entanto, acreditam que suas origens sejam ainda mais antigas, remontando à pré-história.

O conteúdo dos Vedas é composta em quatro volumes escritos em versos. Os primeiros registros surgiram por volta do século 2 antes de cristo, mas antes disso ele já eram transmitidos oralmente.

Os hindus cultuam um grande número de divindades, mas as principais são Brahma (o princípio criador), Vishnu (deus do sol) e Shiva (deus das tempestades).

Os Upanishads são partes das escrituras sagradas hindus que tratam de filosofia e meditação, além de debates de cunho religioso.

O Ramaiana (Rāma e ayana "indo, avançando", cujo sentido é "a viagem de Rama”) possui mais de 23 mil versos e foi escrito pelo poeta Valmiki. Conta a história da luta de um príncipe contra o demônio que abduziu sua esposa.

O Mahabharata é, juntamente com o Ramaiana, um épico clássico hindu. Com 74 mil versos, ele é visto pelos adeptos do hinduísmo como um verdadeiro manual de conduta humana e evolução espiritual.

O Bhagavad-Gita (cujo significado é “Canção de Deus” ou “Canção do Mestre”) é um texto do Mahabharata – apesar de ter sido escrito em época mais recente.

Os cultos às divindades são separados e distintos, como se fossem cultos monoteístas. Os deuses mais cultuados são Brahma, Vishnu, Shiva, Kali, Durga, Shakti, Ganesh (que é conhecido como o deus-elefante), Rama, Parvati, Garuda, Sita, Uma, Nandi e Matsia.

Um dos princípios da religião hindu é a crença no carma (o princípio moral de causa e efeito), no atman (a natureza da alma), no dharma (deveres da pessoa perante a sociedade) e no samsara (reencarnação).

Veja mais curiosidades e informações sobre esse assunto em: Mais Que Curiosidades.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

10 curiosidades incríveis sobre os dinossauros



A palavra dinossauro foi criada pelo estudioso de fósseis britânico Richard Owen em 1842. Dinossauros significa “lagartos terríveis” – das palavras gregas deinos “terrível” e sauro “réptil”.

São conhecidas 700 espécies de dinossauros (até o momento, pois novas espécies nunca param de ser descobertas). Os cientistas acreditam que eles não eram exatamente répteis e, por isso, algumas espécies podiam ter sangue quente e vivido em regiões de clima frio.

O maior dinossauro que já existiu foi o argentinossauro, que media nada mais nada menos do que 45 metros de comprimento e pesava 85 toneladas. Como o próprio nome indica, o argentinossauro foi descoberto na Argentina.

O maior dinossauro carnívoro que existiu foi o espinossauro, um animal com aproximadamente 15 metros de comprimento. Recentemente, descobriu-se ser o espinossauro um dinossauro que passava boa parte do tempo na água – uma espécie de crocodilo, vamos assim considerar. Detalhe: o espinossauro era 3 metros mais alto do que o tiranossauro.

Levando em conta o tamanho da sua cabeça e de seu estômago, os paleontólogos deduzem que um Tiranossauro Rex era capaz de comer até 120 quilos de carne por dia.

Acredita-se que a extinção em massa dos dinossauros tenha sido provocada pela colisão de um asteroide contra a Terra. Ao chocar-se com o planeta, o bólido de 9 quilômetros de diâmetro formou uma imensa camada de pó e gases que impediu a passagem da luz solar durante anos e dizimou ¾ da vida no planeta.

A cidade de Sousa, no interior do estado da Paraíba, abriga um dos mais importantes sítios arqueológicos do Brasil. O motivo: a alta incidência de pegadas de dinossauros. São encontradas nessa região do sertão paraibano pegadas bem preservadas de dezenas de espécies de dinossauros.

Uma das regiões mais conhecidas do estado brasileiro do Ceará é a Chapada do Araripe, localizada no sul do estado – divisa com Piauí e Pernambuco. O Araripe é um dos locais mais ricos em fósseis do mundo. Fósseis do que é considerado o maior pterossauro do hemisfério sul foram descobertos lá.

O hadrossauro, uma espécie de dinossauro com bico de pato tinha (acredite!!) 960 dentes. Como os dentes eram renováveis, calcula-se que até o final da vida, o hadrossauro pode ter tido cerca de 10 mil dentes.

As aves evoluíram a partir dos dinossauros. A ciência encontrou centenas de fósseis de dinos de penas, provas incontestáveis do parentesco entre os répteis e as aves.

Para mais curiosidades e informações sobre esse assunto, acesse: Mais Que Curiosidades.

domingo, 29 de janeiro de 2017

10 curiosidades sobre a cidade de Nova York que vão surpreendê-lo



Nova York foi fundada por colonos holandeses com o nome de Nova Amsterdã. Só recebeu o atual nome após a conquista inglesa de 1664. O York veio do nobre inglês James Francis Edward Stuart, Duque de York.

A cidade de Nova York faz parte do estado de Nova York, mas, ao contrário do que muitos imaginam, não é a sua capital. A capital do estado de Nova York é a cidade de Albany.

Nova York é a terceira maior cidade das Américas em população, perdendo apenas para a Cidade do México e São Paulo.

O distrito de Manhattan possui um dos três maiores aglomerados de edifícios do mundo. Os outros dois são Hong Kong e São Paulo.

A Broadway é o distrito dos teatros da ilha de Manhattan. São, ao todo, 39 casas de espetáculos com mais ou menos 500 lugares. Entre as peças que já fizeram sucesso na Broadway estão Evita, Miss Saigon, Moulin Rouge, O Fantasma da Ópera, Cats, O Rei Leão, Cabaret, Os Miseráveis, Chicago, Rent e  A Bela e a Fera.

O nome oficial da Estátua da Liberdade é A Liberdade Iluminando o Mundo. Ela foi um presente da França em homenagem aos 100 anos da Independência dos Estados Unidos. Foi projetada pelo escultor francês Fréderic Bartholdi. Um detalhe: entre os assistentes de Bartholdi estava o engenheiro francês Auguste Eiffel.

Você sabia que 36% da população nasceu fora e que são falados nada mais, nada menos que 170 idiomas em Nova York? É gente do mundo todo mesmo!

Quer ter uma ideia da diversidade cultural de Nova York? Tome um táxi e, caso “arranhe” o inglês, pergunte a nacionalidade do taxista. Ele provavelmente será paquistanês, ou indiano, ou polonês, ou cubano… Eles vem de mais de 100 países. Aliás, os famosos táxis amarelinhos de Nova York adotaram essa cor no início da década de 1970.

A cidade é separada de Nova Jersey pelo rio Hudson. O interessante é que Nova Jersey não faz parte do Estado de Nova York, mas de Nova Jersey.

O metrô novaiorquino é um dos mais antigos do mundo. Inaugurado em 1904, ele é até hoje um dos cenários preferidos dos cineastas que rodam na cidade. Somente entre os anos de 1 970 e 1 975 o metrô foi cenário de 36 filmes. São tantas produções que hoje existe uma estação abandonada na linha 6 que é usada só para filmagens.

Veja mais curiosidades e informações sobre esse assunto em: Mais Que Curiosidades.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

10 fatos curiosos para você entender o que é a ONU



A Organização das Nações Unidas - ou ONU, como é mais comumente conhecida - foi fundada em 1 945 em substituição à Liga das Nações (uma organização internacional criada após a I Guerra Mundial que tinha entre os seus principais objetivos assegurar a paz mundial). Entre os seus objetivos estão assegurar a cooperação internacional, promover o desenvolvimento econômico das nações e buscar a paz mundial.

A Organização das Nações Unidas conta atualmente com 193 Estados-membros. Um detalhe: ela possui menos afiliados do que a FIFA, com 204.

A ONU possui 17 agências especializadas, entre elas a OMS (Organização Mundial da Saúde), a UNICEF (Organização das Nações Unidas para Infância), a UNESCO (Organização para Ciência e Cultura) e a FAO (Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação).

A ONU possui cinco órgãos principais. São eles: Assembleia-geral, Conselho de Segurança, Conselho Econômico e Social, Secretaria Geral e Corte Internacional de Justiça.

O Conselho de Segurança é constituído por 15 países, sendo cinco permanentes e dez rotativos. Os países com cadeiras permanentes são: Estados Unidos, Rússia, Grã-Bretanha, França e China.

Os principais doadores da ONU são Estados Unidos, Japão, Alemanha, França, Grã-Bretanha e China. O maior doador é os Estados Unidos, com 22% de contribuição. Os temporários ocupam a vaga por apenas dois anos.

O orçamento anual da ONU é de 5,1 bilhões de dólares. Em 1 946, mais ou menos na época de sua fundação, o orçamento era de apenas 19 milhões de dólares.

O orçamento da ONU cobre os custos com - por ordem: assuntos de política, serviços de apoio, cooperação regional para o desenvolvimento, direitos humanos e assuntos humanitários, segurança, informação pública, administração conjunta, gastos capitais e vigilância internacional.

O Brasil é, por tradição, o primeiro país a discursar na  Assembleia-geral. Detalhe: a primeira mulher a abrir uma Assembleia-geral na história foi a presidente brasileira Dilma Rousseff.

A ONU está ajudando a erradicar as minas terrestres em 30 países.

A ONU provê alimentos para 90 milhões de pessoas em cerca de 70 países.

Veja mais informações e curiosidades sobre esse assunto em: Mais QueCuriosidades.

10 coisas que você precisa saber sobre o Impressionismo



A palavra Impressionismo foi retirada da obra Impressão, Nascer do Sol (1872), de Claude Monet. Ao ser utilizada pela primeira vez por um crítico de arte, ela tinha um caráter negativo e pejorativo. Ele chegou a dizer que o quadro era “um papel de parede é mais elaborado do que essa cena marinha”.

As principais características da pintura impressionista são as figuras sem contornos nítidos, as sombras luminosas, as pinceladas fortes e o registro das tonalidades da luz no momento em que a obra estava sendo pintada. Os objetos deviam ser retratados como se estivessem totalmente iluminados pelo sol.

Foi Claude Monet, juntamente com companheiros como Auguste Renoir, Camille Pissarro e Paul Cézanne, quem organizou a primeira mostra de arte impressionista. Junto, o grupo apresentou ao mundo um novo estilo, o Impressionismo. Quem mais trabalhou para organizar essa primeira exposição foi Auguste Renoir, que era grande amigo de Monet. Inseparáveis, Monet e Renoir chegavam a pintar juntos.

O Pós-Impressionismo foi um movimento que, como o próprio nome indica, foi posterior ao Impressionismo. Não existe uma estilo pós-impressionista próprio, mas diversos estilos que foram, de uma forma ou de outra, influenciados pelo Impressionismo. Os principais pintores pós-impressionistas foram Paul Gauguin, Paul Cézanne, Vincent Van Gogh, Georges Serault, Paul Signac e Henri de Toulouse-Lautrec.

Edgar Degas ficou conhecido por suas pinturas de teatros de bailados. Ele gostava muitíssimo de pintar bailarinas.

O pintor brasileiro que mais influencia recebeu do Impressionismo foi Eliseu Visconti.

Com 15 anos, Claude Monet já vendia seus desenhos e caricaturas (na qual era exímio) nas ruas.

Durante a Guerra Franco-prussiana, o célebre pintor Camille Pissarro refugiou-se na Bretanha e mais tarde, na Inglaterra, onde encontrou o amigo Monet. Ao voltar para a França, o pintor descobriu horrorizado que, além de invadirem seu ateliê, os prussianos tinham destruído 1 500 de suas telas.

Ao chegar na velhice, Edgar Degas foi acometido por problemas de visão. Com a vista deteriorada, o pintor francês passou a trabalhar mais o tom “pastel” e a se dedicar a uma outra atividade: a escultura.

Contemporâneo e amigo de Degas, o também francês Claude Monet sofreu por causa da catarata.  A evolução da doença teve grande influência na sua pintura. Ele deixou de pintar detalhes e muitas de suas obras pareciam mais pinturas abstratas.

Veja outras curiosidades sobre esse assunto em: Mais Que Curiosidades

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

10 curiosidades sobre as aves que você não vai acreditar que sejam verdadeiras



O beija-flor bate as asas 90 vezes por segundo, quatro vezes mais rápido que uma libélula. Ele também é capaz de voar para trás e até de ponta cabeça.

O pitohui, um pássaro nativo das florestas da Nova Guiné, é a única ave venenosa do mundo. Ele possui na pele e nas penas uma toxina capaz de causar paralisia em muitos animais.

A ave de rapina mais forte de que se tem notícia é o gavião-real brasileiro, também conhecido como harpia. Ele é capaz de capturar macacos, preguiças e até filhotes de veado.

Os albatrozes passam a maior parte de suas vidas voando. Eles são capazes de voar durante semanas sem avistar terra. Chegam a se alimentar e dormir durante o voo.

A ave mais abundante de que se tem notícia foi o pombo-viajante (ou passenger pigeon, em inglês) da América do Norte. Estima-se que existiam 5 bilhões dessas aves somente nos Estados Unidos. Ele vivia em colônias de até 2 milhões de indivíduos, mas foram tão caçados que não sobrou nenhum para contar a história. O último exemplar da espécie morreu em 10 de setembro de 1914 num zoológico.

Urubus voando perto de aeroportos são um perigo. Quer um exemplo? Só nos Estados Unidos, foram registrados mais de 16 000 colisões de aviões com essas aves num curto período de 5 anos.

Avestruzes não enfiam a cabeça num buraco no chão quando estão com medo, mas sim para procurar comida.

Quando está caçando, o pinguim imperador pode mergulhar a inacreditáveis 300 metros de profundidade, onde a luz do sol é quase ausente.

A ave mais perigosa do mundo é o casuar, uma ave típica da Oceania. Um casuar pode passar facilmente de 1,5 metros e pesar 60 quilos. Ele é irritadiço, dá grandes saltos e usa unhas e bicos para atacar seu oponente. Calcula-se que, nos últimos 10 anos, 150 pessoas tenham sido feridas na Austrália por casuares.

As aves mais comuns em todo o mundo atualmente são o pombo, a andorinha e o pardal.

Veja mais curiosidades e informações sobre esse assunto em: Mais Que Curiosidades.

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

10 curiosidades sobre o consumo de vinho ao longo da história



Os seres humanos conhecem a uva desde tempos imemoriais. Acredita-se que o consumo da fruta e de seu suco fermentado sejam mais antigos do que se imagina. 


Já a mais antiga evidência química do vinho foi encontrada num aparelho para a fabricação do produto e num vaso de 3 500 a. C., na região de Godin Tepe, atual Irã.

No antigo Egito, o consumo de vinho era restrito aos nobres e sacerdotes. Os egípcios também tinham o hábito de utilizar a bebida em rituais de oferendas aos mortos e aos deuses.

O vinho é citado em inúmeras passagens da Bíblia. Uma delas conta que Noé cultivava vinhas e, certa vez, bebeu vinho além da conta, embriagando-se. Sob efeito da bebida, Noé apareceu nu em sua tenda e, nas palavras da própria Bíblia, “tomaram Sem e Jafé uma capa, e puseram-na sobre ambos os seus ombros, e… cobriram a nudez do seu pai” (Gênesis 9:23).

Existem dois episódios marcantes sobre o consumo de vinho no Novo Testamento. O primeiro foi quando o próprio Jesus transformou água em vinho. O segundo, foi quando Jesus, dirigindo-se a seus discípulos na chamada Última Ceia cita o pão como seu corpo e o vinho como seu sangue. Teria dito o chamado Filho de Deus: "Este é o meu sangue, que é derramado por vós". Mais tarde, criou-se uma lenda (o Santo Graal) em torno da taça na qual Jesus teria tomado o vinho.

Na mitologia romana, Baco (Dioníso, para os romanos) era o deus do vinho. As festas em sua homenagem eram chamadas de bacanais – palavra que, no sentido moderno, é entendida como orgias.

O vinho, assim como as outras bebidas alcoólicas, é proibido pelo islã. Alguns países muçulmanos chegaram a possuir vinícolas durante a dominação europeia, que acabaram desaparecendo com o tempo. No Irã dos aiatolás, a última vinícola foi fechada depois da Revolução Islâmica de 1979.

Mosteiros de várias ordens religiosas da Idade Média eram cercados de videiras. Os monges costumavam produzir e consumir o próprio vinho – talvez por que fosse mais seguro do que a água de péssima qualidade que se bebia na época. Aliás, durante a Idade Média, o vinho era usado como analgésico e antisséptico.

O ditador nazista Adolf Hitler não apreciava vinhos, mas foi um entre um número incontável de políticos a ter a sua própria adega.

Veja outras curiosidades e informações sobre esse assunto em: Mais Que Curiosidades.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

10 fatos curiosos e peculiaridades sobre Vinicius de Moraes



Marcus Vinicius de Moraes nasceu no bairro carioca do Jardim Botânico em 19 de outubro de 1913.

Escreveu o primeiro poema aos 9 anos de idade, dedicado a uma menina chamada Cacy. Batizado de O Caminho para a Distância, seu primeiro livro de poesia foi lançado quando ele contava 20 anos.

Trabalhou como vice-cônsul nos Estados Unidos. Passou cinco anos sem voltar ao Brasil. Mas foi afastado das funções diplomáticas durante o regime militar. Motivo: Vinicius era boêmio, fã de carteirinha do cigarro e do uísque.

Vinicius chegou a estudar cinema (detalhe: em Los Angeles, a capital mundial do cinema) com ninguém menos que Orson Welles, diretor do clássico Cidadão Kane.

Sua música mais famosa é, sem dúvida, Garota de Ipanema, composta em parceria com Tom Jobim. Garota de Ipanema é considerada a segunda música mais tocada no mundo, perdendo apenas para Yesterday, dos Beatles. Foi cantada até por Madonna e Amy Winehouse.

Acredite se quiser, mas existem mais de 170 versões de Garota de Ipanema, cujo nome original era Menina que Passa.

De início, ninguém sabia quem era a inspiração para Garota de Ipanema. Só anos depois do lançamento da música que Vinicius revelou ser Helô Pinheiro, mãe da apresentadora Ticiane Pinheiro, a verdadeira inspiração.

De autoria de Vinicius de Moraes, a peça de teatro Orfeu da Conceição é baseada no mito grego de Orfeu. A trilha sonora foi composta em parceria com Tom Jobim.

A peça Orfeu da Conceição foi adaptada duas vezes para o cinema. Com o nome de Orfeu Negro, a primeira adaptação ganhou a Palma de Ouro do Festival de Cannes de 1959 e o Oscar de 1960.

Vinicius tinha mania de ler, escrever e fazer composições sentado numa banheira. Para não molhar os papéis, colocava uma tábua sobre as bordas da banheira e sobre ela trabalhava por horas a fio. O lugar preferido de sua casa era justamente o banheiro. Nele, Vinícius trabalhou, produziu e criou obras geniais.

Veja outras curiosidades e informações sobre esse assunto em: Mais Que Curiosidades.

domingo, 22 de janeiro de 2017

10 curiosidades referentes a Guatemala



A palavra Guatemala vem do náuatle – uma língua da família asteca – Quauhtlemallan, que significa "lugar com muitas árvores".

A capital do país é a Cidade da Guatemala (seu nome oficial é La Nueva Guatemala de la Asunción), onde vivem cerca de 2,5 milhões dos 14 milhões de habitantes do país.

Mais de 40% da população é constituída de ameríndios, quase todos descendentes do povo maia.

Mais de 90% dos guatemaltecos são cristãos, embora ainda existam praticantes de antigas religiões maias (1%).

Uma curiosidade interessante: grande parte dos habitantes das áreas rurais do país ainda fala idiomas maias.

A Guatemala é um dos países mais pobres das Américas. Em 2010, 46% da população ainda vivia abaixo da linha da pobreza.

Dois terços das exportações do país tem origem no campo. Os principais produtos agrícolas são o açúcar, o café, a banana e o milho.

A moeda do país é o quetzal – mesmo nome de um pássaro de plumagem verde e vermelha comum na América Central. O quetzal é uma ave que não sobrevive em cativeiro e que, para muitos, representa a liberdade.

O ponto mais alto da América Central e da Guatemala é o monte Tajamulco, com 4.220 metros de altitude. O Tajamulco é, na verdade, um vulcão extinto.

As areias das praias banhadas pelo oceano Atlântico são claras e das praias banhadas pelo Pacífico, escuras.

A bebida típica da Guatemala é o ti punch, uma mistura de concentrado de cana de açúcar, suco de lima e rum.

Veja outras curiosidades e informações sobre esse assunto em: Mais Que Curiosidades.

sábado, 21 de janeiro de 2017

10 curiosidades sobre Manaus, capital do Amazonas


Manaus já foi chamada de Cidade da Barra do Rio Negro e Manaos. Seu nome deriva da tribo dos manaós, antigos habitantes da região amazônica.

Manaus é uma das cidades brasileiras mais conhecidas no exterior. Não é sem motivo que é o 10º maior destino turístico do país.

A população local ultrapassa os 1,8 milhões de habitantes. Na região metropolitana vivem 2,2 milhões.

Uma das atrações de Manaus é o encontro do Negro com o Solimões (chamado de “Encontro das Águas”), rios que banham a cidade.

Apenas 5% dos peixes comercializados em Manaus são do Rio de Negro. A explicação está na sua água, mais ácida e pobre em nutrientes do que os demais rios da região.

O maior porto fluvial em volume de cargas do Brasil é o de Manaus. Um detalhe: ele foi construído sobre imensas boias para não inundar durante as cheias da região.

A Zona Franca de Manaus abriga 430 empresas, a maioria de produtos eletrônicos. Ela arrecada 60% dos impostos da região Norte.

Com 681 lugares, o Teatro Amazonas foi construído na Europa e trazido de navio para Manaus.

O prato típico de Manaus (e de toda a região) é o tacacá. A paixão pelo manauense pelo tacacá é tamanha que a iguaria é vendida até em banquinhas de rua.

Não são todos os brasileiros que sabem que Manaus possui praias. Mas é isso mesmo: assim como outras cidades do Norte, a capital amazonense possui praias de água doce. Dois bons exemplos de “praias de rio” são Ponta Negra e Praia do Tupé.

Para mais informações e curiosidades sobre o assunto, acesse: Mais Que Curiosidades.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

10 curiosidades sobre o livro que você não pode deixar de ler



Os países que mais compram livros no mundo são, pela ordem: China, Estados Unidos, Japão, Rússia e Alemanha.

O país com o maior número de livrarias são os Estados Unidos, com uma para cada 15 mil pessoas. No Brasil, existe uma para cada 70 mil habitantes.

Os livros mais vendidos de todos os tempos são, por ordem: Bíblia, O Peregrino (autor: John Bunyan), O Livro Vermelho (de Mao Tsé-Tung), Alcorão e Dom Quixote (de Miguel de Cervantes).

O livro mais caro do mundo chama-se The Birds of America (Os Pássaros da América), uma variada coletânea de ilustrações de pássaros feitas por John James Audubon, um naturalista do século XIX. Ele foi arrematado num leilão por 11,5 milhões de dólares.

A maior biblioteca do mundo atualmente é a biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, com mais de 144 milhões de itens diferentes, disponíveis em cerca de 470 idiomas. Acredite se quiser, mas ela possui “apenas” 32 milhões de livros catalogados.

A maior biblioteca do Brasil é a Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro, com mais de 9 milhões de itens.

Na Idade Média, os livros eram produzidos por monges copistas que, como o própria nome indica, copiavam os manuscritos página por página. Detalhe curioso: muitos monges copistas eram analfabetos.

O primeiro livro impresso foi a Bíblia de Johannes Gutenberg, em  455. O primeiro impresso em português foi o Pentateuco – reunião dos cinco primeiros livros da Bíblia -, em Algarve, Portugal, em 1487.

Acredita-se que a Bíblia tenha sido escrita ao longo de 1.600 anos por cerca de 40 homens das mais diversas profissões, origens culturais e classes sociais.

A Bíblia foi traduzida para 1.134 línguas e dialetos. São vendidas 47 bíblias por minuto no mundo.

Para outras informações e curiosidades sobre esse assunto, acesse: Mais Que Curiosidades.

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

10 fatos curiosos sobre o Sítio do Picapau Amarelo, a principal obra de Monteiro Lobato



O nome completo de Dona Benta é Benta Encerrabodes de Oliveira. Aliás, você sabia que o nome verdadeiro de Narizinho é Lúcia?

O porco Rabicó ganhou esse nome por que tinha o rabo pequeno.

Tia Nastácia é retratada como boa contadora de histórias e excelente quituteira. Chegou até a cozinhar para São Jorge na Lua.

O Visconde de Sabugosa ajudou a descobrir petróleo nas terras de Dona Benta.

O Sítio do Picapau Amarelo sofreu várias adaptações para a TV. A primeira foi exibida em 1951 pela extinta TV Tupi, a mais famosa foi apresentada na Globo entre 1977 e 1985, a última foi levada ao ar pela Globo em 2001.

Em 2012 estreou na Rede Globo uma versão em desenho animado do Sítio do Picapau Amarelo.

A série exibida pela Globo entre os anos 70 e 80 fez tanto sucesso que gerou um grande número de produtos licenciados: brinquedos, gibis, trilha sonora em LP, álbuns de figurinha…

Essa versão teve episódios escritos por alguns dos mais consagrados escritores e roteiristas de novelas do Brasil como Sylvan Paezzo, Marcos Rey e Benedito Ruy Barbosa.

Você sabia que a atriz Reny de Oliveira, uma das intérpretes da boneca Emília, posou nua para a revista Playboy em 1984?

O Sítio do Picapau Amarelo realmente existe!! Quem quiser, pode conhecê-lo na cidade de Taubaté (entre Rio de Janeiro e São Paulo). As visitas são gratuitas. Os turistas podem tirar fotos com os personagens, assistir a peças baseadas nas histórias de Monteiro Lobato, visitar o museu em homenagem ao escritor e participar de diversas atividades. Para maiores informações acesse: http://www.museumonteirolobato.com.br/.

Para mais informações e curiosidades sobre esse assunto, acesse: Mais Que Curiosidades

domingo, 15 de janeiro de 2017

10 curiosidades e coisas interessantes sobre a Espanha



O território da atual Espanha foi uma província romana chamada Hispania. Curioso é que Hispania não é uma palavra de origem latina. Acredita-se que seja de origem fenício/cartaginesa.

Parte significativa do território espanhol foi domínio árabe-muçulmano durante 750 anos. Os árabes chamava a região de Al-Andaluz. O domínio durou até 1492, quando os reis Isabel de Castela e Fernando de Aragão expulsaram os últimos mouros da Espanha.

O brasão da Espanha é uma composição feita com cinco brasões: Castela, Leão, Aragão, Navarra e Granada. Além disso, ele também possui um pequeno escudo azul com três flores de lis representando a dinastia Bourbon (a casa real do país).

A língua oficial é o espanhol, mas há outras línguas com o mesmo status. São elas o catalão, o galego, o basco (euskara), o aranês e o valenciano.

A culinária espanhola varia de região para região, mas se há algo que todas tem em comum é o alto consumo de azeite (produto típico da cozinha do Mediterrâneo). O prato mais representativo da culinária do país é a paella.

Um dos feriados mais festivos do calendário espanhol é o Dia de Reyes (Dia de Reis), comemorado em 6 de janeiro. Nas pequenas cidades, ele é comemorado com desfiles dos reis magos e entrega de presentes para as crianças. 

Descobridores da América, os espanhóis fundaram colônias em quase todo o continente. Entre essas colônias estão alguns estados pertencentes atualmente aos Estados Unidos, como Califórnia, Texas, Nevada, Novo México e Utah.

Em 1580, Portugal e Espanha passaram a ser um só país. A chamada União Ibérica durou até 1640, quando os portugueses conseguiram sua independência. Quer dizer, durante um bom tempo, todos nós fomos espanhóis.

O nome das Filipinas tem a sua origem no rei Filipe II da Espanha. Foi descoberta pelo navegador português Fernão de Magalhães, que estava a serviço da Espanha.

O chamado País Basco é uma região da Espanha cheia de peculiaridades. Além da língua espanhola, por exemplo, os bascos falam uma língua chamada euskara. Acredita-se que o euskara seja mais antigo do que o latim, língua que deu origem ao espanhol.

Veja outras curiosidades e informações sobre esse assunto em: Mais Que Curiosidades

sábado, 14 de janeiro de 2017

10 informações bastante curiosas sobre o mito de Che Guevara



O nome completo do argentino Che Guevara era Ernesto Guevara da la Serna. “Che” é uma espécie de gíria argentina que significa “cara” – o próprio Che usava essa gíria para todas as pessoas com quem falava.

Na companhia do amigo Alberto Granado, o jovem Ernesto percorreu quase toda a América do Sul numa moto chamada La Poderosa. A viagem de Granado e Guevara foi retratada no filme Diários de Motocicleta, do cineasta brasileiro Walter Salles.

Nem todos os simpatizantes de Guevara sabem, mas ele tinha mania de escrever diários. Sua viagem pela América do Sul foi fielmente contada nos diários. Aliás, Guevara manteve o costume de escrever em diários até os seus últimos dias.

Outra curiosidade que nem todos os simpatizantes sabem: o revolucionário Guevara era formado em medicina.

Com a queda do ditador Fulgencio Batista e tomada do poder pelos revolucionários liderados por Fidel Castro, Che acaba se tornando a segunda personalidade mais importante de Cuba. Aliás, ele ainda é muito venerado por lá. É possível encontrar referências a Guevara de leste a oeste da ilha.

A imagem acima (a mais reproduzida da história) foi feita pelo fotógrafo cubano Alberto Korda em 5 de março de 1 960 durante uma homenagem aos mortos durante uma explosão em Havana.

Você sabia que Che Guevara foi homenageado com a Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul pelo presidente brasileiro Jânio Quadros (aquele mesmo que renunciou e, sem querer, abriu o caminho para o golpe militar de 1 964)?

Os despojos de Che só foram encontrados cerca de 30 anos após a sua morte, na localidade boliviana de Vallegrande. Levados para Cuba, foram identificados através de DNA e hoje repousam num mausoléu construído em sua homenagem.

Che Guevara era um excelente enxadrista.

Quando adolescente, era chamado de “Chancho” (porco) porque não era muito chegado em tomar banho com frequência.

Conheça mais curiosidades e informações sobre esse assunto em: Mais Que Curiosidades